Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2015

Enigma da Folha

Certo dia, um professor chegou na sala de aula e disse aos alunos para se prepararem para uma prova-relâmpago. Todos acertaram suas filas, aguardando assustados o teste que viria. O professor foi entregando, então, a folha da prova com a parte do texto virada para baixo, como era de costume. Depois que todos receberam, pediu que desvirassem a folha. Para surpresa de todos, não havia uma só pergunta ou texto, apenas um ponto negro, no meio da folha. O professor, analisando a expressão de surpresa que todos faziam, disse o seguinte: – Agora, vocês vão escrever um texto sobre o que estão vendo. Todos os alunos, confusos, começaram, então, a difícil e inexplicável tarefa. Terminado o tempo, o mestre recolheu as folhas, colocou-se na frente da turma e começou a ler as redações em voz alta. Todas, sem exceção, definiram o ponto negro, tentando dar explicações por sua presença no centro da folha. Terminada a leitura, a sala em silêncio, o professor então começou a explicar: – Esse teste não…

Qual o sentido do casamento?

É estranho como pessoas desconhecidas falam exatamente aquilo que precisamos ouvir, né? Está semana estive conversando com uma senhora, até então, mais uma entre esses milhões de brasileiros e não sei por qual motivo tocamos no assunto casamento. Falei do meu divórcio e ela ficou me analisando, pensativa.
     Quando ela voltou a falar, me disse coisas incríveis. Me falou que o motivo dos casamentos hoje não darem certo é por que as pessoas se casam pelos motivos errados. Que em sua época, casava-se não para ser feliz, mas para que o casal enfrentasse suas crises juntos e buscassem crescer.
     Me disse que o maior erro dos jovens é casar achando que a vida será um conto de fadas. Segundo ela, há mais momentos difíceis do que bons, mais erros do que acertos. Mas é isso que faz com que o amor se solidifique.
     Segundo esta sábia senhora, o sexo fácil é um dos piores problemas das pessoas. Se o casamento está ruim, é mais fácil trocar o parceiro, transar com outras pessoas do qu…

Uma flor entre espinhos

Já parou para pensar sem romantismo sobre seus sentimentos mais íntimos? Estranha pergunta, não é? Como analisar sentimentos sem romantismo? Você deve estar se perguntando...
      Hoje, do nada me veio a imagem de uma linda flor cercada de espinhos.
Imaginemos que a flor seja um sentimento lindo, quem sabe, o amor, e os espinhos as dores, frustrações, mágoas... Sobreviveria essa flor?
     Alguns pensarão: Claro que sim! A rosa é uma das mais belas flores e tem espinhos. SIM! Ela tem. Mas é um mecanismo natural de defesa.
     Eu acho que não sobrevive. Por mais que se queira, não sobrevive.
A única forma de fazer a flor viver é replantá-la em outro local.
     Sei lá o motivo de voltar a blogar logo com este pensamento, as enfim. RS
     Não se constrói uma nova casa sobre os escombros daquela que caiu, né? Primeiro se limpa o terreno, se estuda o motivo da queda, faz os reparos necessários e só depois inicia-se a nova obra.
     A mais bela flor, plantada no terreno errado não …